A importância da estruturação da segurança de trabalho

 In Articles, Business, Inovação, Tecnologia

Ao longo da história, a sociedade sentiu necessidade de fazer e pensar em leis trabalhistas, a fim de diferenciar um trabalho digno em relação a trabalhos que beiravam a escravidão. As relações empregado e empregador foram se tornando, lentamente, cada vez mais lineares, com menos diferenças entre os dois. Atualmente as leis trabalhistas impactam também na segurança de trabalho, ao passo que visam a melhor proteção da saúde, da integridade física e psicológica dos trabalhadores.

A segurança do trabalho é definida como um conjunto de normas, deveres, atitudes e medidas preventivas a fim da preservação do trabalhador e da qualidade do ambiente de trabalho. As ações preventivas contam com diferentes caráteres, podem ser do tipo técnico, administrativas, de engenharia, ambientais, organizacionais, entre outras. Portanto cabe ao empregador cumprir as diversas responsabilidades que surgem a partir das normas de segurança de trabalho, além de arcar com indenizações caso aconteçam acidentes ou falhas em prevenções de acidentes. Esse acontecimento, com certeza, é o que mais tira a tranquilidade de um gestor de equipes.

O que uma empresa deve fazer em caso de acidentes?

Sempre que ocorre um acidente de trabalho a primeira coisa a fazer é comunicar o setor de recursos humanos da área, para que se possam tomar atitudes, inclusive o atendimento médico. Muitos dos acidentes não causam problemas físicos sérios, porém eles devem ser registrados para que a empresa faça o devido controle desses acontecimentos e futuramente tomar medidas de prevenções.

Na maior parte dos eventos, o acidentado tem direito a reembolso de medicamentos e despesas médicas, afastamento atestado por um médico do trabalho e estabilidade de 12 meses após o retorno, de modo que o funcionário não pode ser demitido em um período de um ano após a ocorrência.

Após o contato do empregado com o gestor da área, o empregador deve realizar o CAT(Comunicação de Acidente de Trabalho) e fazer sua emissão. Caso isso não ocorra, o acidentado pode recorrer ao sindicato para que se faça a produção desse documento, ou em outros casos, iniciar o pedido de indenização.

Nota-se que as leis trabalhistas servem para melhorar o ambiente de trabalho, todavia, para que isso se torne possível, a empresa deve se alertar as burocracias que são criadas a partir dessas leis. Portanto acidentes de trabalhos geram uma série de gastos ao empregador devido a serie de fatores mencionados anteriormente.

Estratégias de algumas empresas

Muitas empresas investem em medidas de prevenção de acidentes, muitas delas, analisando os relatos contidos nos CATs, e a partir disso, realizam a prevenção de acidentes. Isso ocorre pois nos CAT são relatados o modo com que o acidente ocorreu, contendo informações chaves para uma ação preventiva. Então é feito um estudo estratégico de como atuar na prevenção do acidente relatado.

O problema é que devido ao CAT ser um documento específico, fica difícil a análise desses documentos, ainda mais se a ocorrência de acidentes for recorrente, pois será necessário fazer o estudo de inúmeros documentos.

Possível solução

A Dinâmica Empresa Junior, desenvolveu um produto capaz de resolver a dificuldade da realização do CAT e da análise de diversos relatos contidos neles. O terminal interativo de relatos é uma solução proposta por nossa empresa, que coloca em pontos estratégicos da empresa, um terminal touch screen capaz de colher os dados do acidente e apresentar uma série de estatísticas, de um modo rápido e sucinto.

Tem interesse em implementar este sistema ou gostaria de verificar a viabilidade deste produto em sua empresa? Peça seu diagnóstico gratuito! Não perca tempo para modernizar e melhorar o ambiente de trabalho da sua empresa!

 

 

Entre em contato

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text.

Start typing and press Enter to search